cedencia do crédito

Quando pretendemos vender um automóvel que adquirimos em crédito ou quando não se consegue cumprir com as obrigações ao banco, a solução pode passar pela cedência do crédito ou cedência da posição contratual. Mas como é que isso funciona?

Terá de encontrar alguém que esteja interessado no seu automóvel – pelo qual está a pagar o crédito – e, em conjunto com a entidade financeira credora, definir a transferência do crédito do primeiro titular – você – para esse novo hipotético cliente.

A cedência de crédito automóvel é já uma prática coerente e corrente em países ditos “avançados”. A troca regular de carro é uma realidade incontornável.

como funciona a cedência do crédito

Como funciona? Da seguinte forma lógica: se faz uma cedência de crédito é porque, muito possivelmente, já pagou algum dele, mas não a sua totalidade:

a) Vai negociar o total já amortizado à entidade de crédito com essa pessoa interessada no automóvel, que ainda é seu;

b) Depois disso, o novo titular do contrato pagará o montante do crédito ainda em falta.

Numa forma muito sucinta, é assim que se procede nestes casos. Logicamente que cada caso é um caso e há condições contratuais próprias de cada instituição de crédito.

Se está interessado em cedência de crédito automóvel, pode experimentar os meios tradicionais de comunicação social em que pode mostrar essa disponibilidade em anunciá-lo (onde convém fazer a descrição pormenorizada da viatura e apresentar fotografias comprovativas). Poderá também fazê-lo através da internet, onde existem sítios próprios que divulgam este tipo de informação. Aí poderá comprar ou vender esse tal automóvel. A combinar posteriormente o contrato no papel, junto de um advogado e / ou notário.

 

Tags: