A LeasePlan apresentou hoje, no Hotel Lagoas Park, em Oeiras, os resultados do estudo Car Policy Benchmark, no qual deu a conhecer o modo como estão estruturadas as Políticas gestão de Frota Automóvel, nos diversos setores.

“A preocupação com a qualidade do serviço que prestamos está no centro da política de atuação interna e externa da LeasePlan Portugal, ocupando um lugar cimeiro na nossa estratégia de liderança. Procuramos ser um parceiro que presta um serviço de excelência na gestão de frotas e veículos. Por essa razão, Estudos de Benchmark como este são fundamentais para promover melhorias, não só nos planos de ação de cada cliente, consoante a estratégia e setor de atividade, mas também no próprio serviço que a LeasePlan presta, de modo a irmos ao encontro das preferências e necessidades dos nossos clientes”, refere Pedro Pessoa, Diretor Comercial da LeasePlan.

Foram inquiridos 347 gestores de frota, que responderam a um questionário online, permitindo recolher informação relevante sobre 11 setores de atividade, destacando-se os setores de Distribuição e Serviços, Indústria, Telecomunicações e IT, e Construção Civil e Turismo. A frota total das empresas que participaram neste inquérito corresponde a 32 mil veículos.

políticas de gestão de frota

Do estudo, agora divulgado, retiram-se conclusões chave para compreender o modo como estão estruturadas as tendências e as prioridades das políticas de frota das empresas, que podem ser resumidos em sete “verdades”:

1. A prioridade para os gestores de frota são neste momento reduzir os custos diretos e indiretos com as suas frotas;

2. As empresas tendem a assumir quase na totalidade os custos com as suas frotas. No que respeita a custos de combustível, portagens e sinistros observa-se em alguns casos uma partilha dos mesmos com os colaboradores;

3. As frotas geridas em Renting têm, na sua maioria, incluídos os serviços de Manutenção, gestão de pneus, veículo de substituição e seguro. O combustível e portagens tendencialmente são geridos pelas empresas;

4. A liberdade de escolha de um veículo aumenta de acordo com os níveis hierárquicos das empresas e os plafonds para seleção de veículos são maioritariamente estabelecidos em valor de renda;

5. As decisões estratégicas e operacionais da gestão de frota estão mais frequentemente na Direção Financeira;
6. 88% das empresas têm uma Política de Frota escrita e publicada e a abrangência dos seus conteúdos está diretamente relacionada com o tamanho da frota;

7. O período de utilização de um veículo empresarial é normalmente 4 anos e as frotas são maioritariamente (75%) compostas por veículos de passageiros.

A partir dos resultados agora obtidos, a LeasePlan pretende avaliar os vários aspetos relacionados com a política de frota das empresas, no sentido de desenvolver planos de ação de melhoria, de acordo com a estratégia de cada empresa e setor de atividade.

 

Tags: